O Elefante que chorou após ser libertado do cativeiro que viveu por 50 anos

Aconteceu na Indía,em 2014, um fato que virou notícia que emocionou o mundo inteiro e viralizou nas redes sociais relata a história vivida por Raju, um elefante africano, que viveu acorrentado por cerca de 50 anos, sendo mantido, praticamente, em cativeiro por seu proprietário por todo esse tempo.

O seu antigo proprietário obrigava o elefante Raju a fazer alguns truques aos telespectadores em troca de moedas para encher o seu bolso de dinheiro, entretando, em nenhum momento, sequer, o animal era recompensado por isso, pelo contrário, não era alimentado como deveria, pois era servido a ele apenas papel e plástico de rua, o que levou um grupo de pessoas, compostos por veterinários, policiais, e outros ativistas a elaborar um plano para resgatá-lo e libertá-lo dos maus tratos que vinha sofrendo durante décadas.

Os maus tratos que o elefante vinha sofrendo não se restringia apenas em péssima alimentação, mas a maldade do seu dono superou todos os limites, contam testemunhas que ele era tão cruel que arrancava os pelos do animal e os vendia como amuleto da sorte, o que demonstra tamanha crueldade e falta de compaixão por parte desse homem.

O grupo de pessoas que o resgatou, conseguiu tirá-lo das amarras do torturador, após invadir a propriedade deste homem e libertar o animal das correntes na qual ele vivia preso desde quando era filhote. Raju, parecia saber que estava sendo resgatado, pois embora o seu dono tivesse gritado várias vezes para que ele ficasse violento no momento em que estava sendo liberto, o animal foi tão inteligente, que ficou muito quieto e permitiu que o grupo tirasse as correntes de suas patas

O resgate emocionou a todos, em especial, o próprio animal, que chegou a chorar ao viver esse momento.

É claro que o caso foi parar no judiciário, pois o homem, inconformado de ter perdido a posse do elefante, decidiu ingressar com uma ação na justiça a fim de reclamar o seu direito de propriedade sobre o animal, contudo não conseguiu provar, jpa que não tinha qualquer certificado, o processo foi finalizado sem êxito para o torturador e arquivado.

Raju, durante muito tempo sofreu bastante, pois passava fome, sede, além de ter várias feridas pelo seu corpo. É o que relata o grupo ao encontrá-lo acorrentado.

Felizmente, ele conseguiu se livrar das mãos do seu antigo dono e passou a viver com sua nova família no Centro de Conservação e Cuidados com Elefantes (ECCC, sigla em inglês) e se adaptou muito bem, embora tivesse passado a vida toda sem saber o que era ser um elefante de verdade.

Essa história precisa servir de lição para todos nós, já que se o elefante foi usado por todo esse tempo como atração, é porque havia telespectadores para isso. Não pague para ver um animal ser judiado e maltrado. A reponsabilidade é de todos nós.

3 comentários em “O Elefante que chorou após ser libertado do cativeiro que viveu por 50 anos”

  1. Graças a Deus que vocês se importaram com ele e libertaram, esse homem devia ficar no mínimo um ano preso. meus parabéns pra vocês.

  2. Sergio Conceição Coelho.

    BOA TARDE, PEGA EX-DONO DO ELEFANTE 🐘 NA ÉPOCA QUE LIBERTOU O 🐘 , OBRIGAVA ELE(SAFADO-DONO),A COMER LAVAGEM DE PORCO 🐷, PRA ESSE SAFADO, NUNCA MAIS A MALTRATA OS ANIMAIS SELVAGEM OU NÃO.😤😤😠😠😡😡😡😡😡

  3. Que pecado!!🥹🥹
    Como consegue ficar com a consciência tranquila???
    Um verdadeiro monstro!
    Feliz por saber q há defensores que amam os animais!❤️🙌

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.