Família se reveza para passar a noite no sofá por conta de cachorrinho idoso que não sobe as escadas

A família de Catherine Morris adotou Spike há 9 anos atrás, e eles fizeram um acordo de que o cachorro ficaria no andar de baixo apenas. Mas o cãozinho Spike tinha uma ideia bem diferente de como tudo tinha que ser.

“Em sua primeira noite, fechamos o portão da escada e fomos para a cama” contou Morris ao The Dodo. “Mas ele chorou por alguns minutos antes de pular o portão no escuro e correr até os meus pais direto para a cama! E lá ele dorme desde então.”

Durante o dia Spike é cheio de energia. Ele adora correr por horas e ficar indo atrás da sua bola de tênis. À noite, o filhote tinha o costume de subir as escadas para dormir na cama com a família. “Ele tenta se esconder debaixo das cobertas tentando ficar o mais próximo possível”, contou Morris.

Aos 14 anos agora, Spike acabou desacelerando um pouco. Morris e seus pais ficaram desesperados com a possibilidade de perder o cachorrinho depois que ele sofreu dois derrames, mas a hora do cachorrinho ainda não havia chegado.

Durante alguns dias após o segundo derrame de Spike, o cachorrinho não conseguia aguentar, então Morris e seus pais tinham que carregá-lo pela casa. Mas o cachorrinho iria conseguir se recuperar e reaprender a andar.

Porém, Spike não tem força suficiente para conseguir subir e descer as escadas de forma segura e confiável, então sua família teve de proibi-lo de acessar seu lugar favorito – o quarto.

Eles tinham certeza de que as pernas fracas de Spike não o impediriam de tentar subir as escadas para dormir aconchegado com sua família. Então eles montaram o portão e fizeram um plano para deixar o seu velho cachorrinho feliz.

No momento, a família se reveza para dormir com Spike no sofá-cama para garantir que o cãozinho não tente pular o portão. “Esse horário novo começou enquanto eu estava na faculdade, então meus pais se revezavam para dormir com o Spike” contou Morris. “Desde que retornei para casa entrei no revezamento, então mesmo com tudo isso, dormimos um pouco mais nós três”.

“Meu pai cuida dele como ninguém, eles são inseparáveis!” disse Morris “Ele leva comida e água para o Spike para o sofá e o alimenta com a própria mão para garantir que ele receba seus remédios corretamente”.

Está claro que a família de Spike ama muito ele, e que ele é um cachorro de sorte, é de aquecer o coração ler isso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.